Login

Números 2006:

18900

alunos

1430

professores

341

visitas de alunos

12

visitas de professores

114

escolas

52

municípios

O Programa Educacional “Agronegócio na Escola” chegou a 10 Diretorias de Ensino da Região de Ribeirão Preto, e passou a contar oficialmente com a parceria da Secretaria Estadual da Educação. O convênio foi assinado pelo Secretário Adjunto Paulo Barbosa, representando o Secretário Gabriel Chalita. O feito foi transmitido ao vivo, via Rede do Saber, para todas as diretorias de ensino do Estado de São Paulo. Dessa forma o Programa passou a fazer parte do calendário oficial da Secretaria de Educação Paulista.

Palestra de Capacitação

Palestra de Capacitação

Não só a assinatura do convênio foi transmitida, como também a palestra do ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento Roberto Rodrigues. Todas as diretorias de ensino do estado reuniram coordenadores pedagógicos para assistirem a aula magna do Programa, em 2006. Professores das quatro novas diretorias que aderiram ao Programa assistiram pela primeira vez, e se encantaram com as possibilidades abertas por um assunto tão amplo.

Visitas

Visitas

As visitas monitoradas às empresas tiveram que ser multiplicadas.  Foram 12 visitas de professores e 341 visitas de alunos. Em todas, oportunidades para fazer a conexão entre os livros e a realidade. A reação dos professores de química, ao visitarem uma indústria de máquinas agrícolas em Matão, foi emblemática, quando viram, na fundição, o uso da tabela periódica. 

Os novos roteiros causaram muita expectativa. Visitar uma fábrica de borracha, por exemplo, foi mais interessante do que se imaginava. História e tecnologia se complementaram. O seringal na cidade de Barretos surpreendeu os professores que julgavam conhecer bem a região. Eles não sabiam que São Paulo era, em 2006, o maior produtor de látex do país, com 52.900 toneladas/ano, ou seja, cerca de 53% da produção nacional.

Neste ano foi assinado um acordo de cooperação técnica entre a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e a ABAG/RP. Era um antigo desejo agregar as experiências educacionais da Associação com uma das mais conceituadas instituições de pesquisa do mundo. As visitas nas unidades da Embrapa, em São Carlos: Pecuária Sudeste e Instrumentação Agropecuária passaram a fazer parte dos roteiros do “Agronegócio na Escola”.

Concurso de Redação

Concurso de Redação

Os premiados do Concurso de Redação visitaram a 13ª Agrishow. Foram 110 alunos e 90 professores. Ver a tecnologia aplicada no campo foi, para muitos, novidade; enquanto, para outros, o próprio campo foi a novidade. Neste ano, um jovem estudante morador de um assentamento do Movimento Sem Terra, de Serra Azul, participou da visita. Em sua redação ele havia deixado claro que a tecnologia não estava disponível para os pequenos. No entanto, na Feira ele pôde ver o contrário.

Premiação e evento de encerramento

Premiação e evento de encerramento

A cada ano eram mais surpreendentes as frases e os desenhos enviados pelas escolas para concorrer aos prêmios do Programa. O agronegócio era retratado em seu conceito mais amplo. Duas frases vencedoras de 2006 mostraram o porquê do entusiasmo crescente da ABAG/RP com o Programa Educacional “Agronegócio na Escola”: “Agronegócio é o fruto que não se perde e o futuro que se ganha”, da aluna Keila Santos Silva da E.E “Francisco Ferreira de Freitas”, de Serra Azul; “Agronegócio: a cidade busca no campo o que a semente busca na terra”, da aluna Fernanda Trevizan da E.E.”Prof. Darcy Silveira Vaz”, de Colina.

Os vencedores foram premiados no Evento de Encerramento, no qual personalidades eram convidadas para tratar de temas atuais. Em 2006, a cientista Drª Leila Oda falou de um assunto delicado e controverso: a biotecnologia. A pesquisadora, que trabalhava com biossegurança desde 1982, presidiu a Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTNBio) e a Associação Nacional de Biossegurança (ANBio) adorou o convite, pois se dedicava a uma missão: aproximar a ciência da sociedade. A luta contra a rejeição gratuita à biotecnologia era a marca do seu trabalho. Foi um evento muito concorrido, pois eram assuntos que ainda não estavam nos livros didáticos, como transgenia, clonagem, nanotecnologia, células-tronco e Organismos Geneticamente Modificados (OGMs).

  • Redação

    Redação

    318 trabalhos

  • Frase e Desenho

    Frase e Desenho

    300 trabalhos

Redação

Vencedores do Concurso de Redação

Anderson ngelo Pacheco Furtado, E.E.Profª Luzia de Abreu, de Nova Europa
Heron Henrique Gagliard, E.E. Comendador Pedro Morganti, de Rincão
Fabiana Celeste Porteiro, E.E. Conselheiro Gavião Peixoto, de Gavião Peixoto
Willian Rafael dos Santos, E.E. Prof. Henrique Morato, de Matão
Maria Lígia Melo Bocchi, E.E. José Inocêncio da Costa, de Matão
Ariane Cristina Abrantes, E.E. Profª Marlene Frattini, de Matão

Continue lendo

Redação
Desenho

Vencedores do Concurso de Desenho

1º lugar: Abimael Martins dos Santos,E.E. Profª Dinorá Marcondes Gomes, de Américo Brasiliense
1º lugar: Cíntia M. Sousa, E.E. Jorge Faleiros, de Patrocínio Paulista
1º lugar: Wallace Stanzani Iglessias, E.E. Dr. Paraíso Cavalcanti, de Bebedouro
1º lugar: Júlio César Souza, E.E. Galdino de Castro, de Cajuru 
1º lugar: Aliny Grazie...

Continue lendo

Desenho
Frase

Concurso de Frase

1º lugar: Márcio de Jesus, E.E. Profª Dinorá Marcondes Gomes, de Américo Brasiliense
1° lugar: Fernanda R. Gomes Trevizan, E.E. Prof. Darcy Silveira Vaz, de Colina
1° lugar: Bruna Camila Paixão Pimenta, E.E. Prof. Bruno Pieroni, de Sertãozinho 
1° lugar: Daniela Alves Pinto, E.E. Jorge Faleiros, de Patrocínio Paulista 
1° lugar: A...

Continue lendo

Frase

Municípios participantes em 2006:

2006.png Baixar agora